Sanitização de ambientes: Comece o ano com sua indústria livre do Covid-19!

Sanitização de ambientes industriais

O ano de 2020 exigiu diversas mudanças dentro do ambiente corporativo e o cuidado com a sanitização de ambientes precisou ser ainda mais redobrado, seja nos escritórios ou ambientes industriais.

Seja para aqueles ambientes que não pararam suas atividades e precisaram se adequar de forma rápida ou para aqueles que conseguiram implementar o home office e estão desenhando a retomada de setores presenciais, é preciso que a limpeza seja item crucial para o planejamento deste ano.

Oferecer ambiente seguro para os colaboradores é crucial e é importante olhar para a limpeza profissional, afinal, esse item deverá ser sempre visto e cuidado em seu setor, mesmo após a pandemia. 

Como sua empresa está se adequando e profissionalizando em sua limpeza e sanitização de ambientes? Reunimos dicas importantes para que seu ambiente seja ainda mais seguro, confira! 

Por que se preocupar com limpeza profissional nas indústrias?

Diferente de ambientes residenciais, em que estamos acostumados a utilizar produtos do mercado, rodo e vassoura, os ambientes industriais contam com grande proporção de tamanho e pessoas circulando em um mesmo local, certo?

Junto a isso, existem diversos componentes, ferramentas e materiais dentro das empresas para que seja possível realizar seus trabalhos. 

A união desses fatos faz com que os ambientes empresariais estejam mais suscetíveis a poeiras, sujeiras e claro, bactérias e vírus que podem ser muito prejudiciais para as pessoas.

Se antes esse fato não era assim tão pensando, a pandemia do Coronavírus fez com que se olhasse para cada ponto dentro da sanitização de ambientes. Não só o chão e as mesas são importantes atualmente na limpeza, é preciso olhar para cada ponto na indústria que pode ser foco de transmissão de doenças.

Graças a isso, é preciso que as indústrias profissionalizem ainda mais suas limpezas e mais, façam isso de forma sustentável, afinal, as empresas têm grandes responsabilidades com o meio ambiente em que estão inseridas e não podem esquecer desse fator.

Sendo assim,  a limpeza profissional sustentável é sobre manter o ambiente limpo, seguro e higienizado, com ações, processos e produtos que não poluam o meio ambiente, não causem danos ao ecossistema e à saúde das pessoas.

Como adequar sua indústria para uma limpeza segura?

Adequar a indústria para a sanitização de ambientes é mais do que comprar novos produtos, mas sobre traçar estratégias e ter diversas frentes para que essa seja uma preocupação a longo prazo.

Reveja processos e estabeleça medidas de segurança

Após um longo ano, é esperado que sua empresa já tenha se adequado em diversas questões para que seus colaboradores possam trabalhar, não é mesmo? Mesmo assim, é importante rever processos, entender o que está dando certo ou errado e criar novas diretrizes para que a segurança seja ainda mais garantida.

É natural que com o tempo, as medidas de prevenção contra o coronavírus e a limpeza sejam esquecidas e é preciso que a empresa reforce a todo tempo sobre as medidas de prevenção, como:

  • Lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel com frequência;
  • Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir;
  • Utilizar máscara em todo tempo durante o trabalho;
  • Evitar aglomerações e manter distâncias entre os funcionários;
  • Manter ambientes ventilados;
  • Não compartilhar objetos pessoais.
  • Flexibilização de turnos e horários de trabalho;
  • Manutenção do home office para setores em que é possível o trabalho remoto;
  • Estímulo de reuniões virtuais;
  • Diferentes turnos de refeição;

Estabeleça medidas de controle de engenharia e de controle administrativas de segurança. As de controle de engenharia são aquelas que não dependem do comportamento dos trabalhos de modo geral, como instalação de filtros de ar-condicionado, aumento da ventilação no ambiente, instalação de barreiras físicas para diminuir contato, entre outros.

Já as medidas administrativas são aquelas que requerem o envolvimento do trabalhador e da empresa e tem a ver com cultura organizacional. Elas têm a ver com ações de reduzir contato, substituir ações presenciais por virtuais, alternar turnos, encorajar trabalhadores doentes a ficar em casa e desenvolver planos de comunicação e informação sobre prevenção e cuidados com a saúde individual e coletiva.

Forneça EPI’s para seus colaboradores

É preciso reforçar o estoque e incorporar os Equipamentos de Proteção Individual, os EPIs, à sua empresa. Independente do setor, é importante que a empresa seja responsável por fornecer elementos que o protejam durante o horário de trabalho.

Compre luvas impermeáveis, máscaras, óculos de segurança, botas ou sapatos fechados, uniformes e tenha muito atenção à logística para que esses equipamentos não faltem. Lembre-se que esses equipamentos precisam ser trocados constantemente, portanto, tenha número suficiente para garantir que todos tenham seu “kit de proteção”.

Tenha um manual de procedimentos de higienização

A sanitização de ambientes não é responsabilidade apenas dos grupos e setores de limpeza e todos os colaboradores devem ter consciência quanto a necessidade da higienização em seu ambiente pessoal.

Para que isso aconteça da melhor forma, é importante criar manuais para que nenhum procedimento seja esquecido, afinal, é preciso mais do que nunca ter atenção a isso.

Liste os locais de atenção, como controles, mouses, corrimão, interruptores, maçanetas, cadeiras, mesas, equipamentos e máquinas de trabalho compartilhadas, banheiros, restaurantes, bebedouros e áreas comuns, por exemplo.

Em todos os ambientes da empresa é importante ter listas para que as equipes de limpeza e os colaboradores daquele local tenham atenção para a higienização que deve ser feita.

Quanto ao time de limpeza, reforce sobre a importância dos manuais, crie horários e divisões para que cada colaborador possa se dedicar em cada local e não faça uma limpeza rápida.

Os manuais de higienização e sanitização de ambientes são importantes para padronizar procedimentos e para auxiliar os novos colaboradores.

Treine seus times

Criar manuais é importante, mas eles não são os únicos componentes do processo. É crucial preparar o colaborador para que ele seja incluído no novo cenário.

Após revisar seus processos, elaborar manuais de procedimentos, atualizar seus materiais e soluções, é preciso reunir todos os seus funcionários, sejam do setor de limpeza ou não, para repassar instruções para todos. 

Dê orientações sobre segurança e prevenção de transmissão, reforce procedimentos de limpeza e como eles vão afetar no atendimento ao cliente, fale sobre os novos meios de limpeza utilizados e cobre pela utilização obrigatória e correta dos EPI’s.

A sanitização segura deve ser uma cultura implementada dentro da empresa e ela não pode ser esquecida em nenhum momento do trabalho.

Tenha bons equipamentos de limpeza

Não basta informar colaboradores sobre limpeza, criar um manual de boas práticas e não fornecer materiais adequados para o trabalho.

Para uma limpeza segura é preciso investir em ferramentas adequadas para trabalho. Elimine as vassouras, rodos e baldes e invista em panos de microfibra, borrifadores, carrinhos funcionais e equipamentos adequados para correta higienização e que pensem também na ergonomia dos colaboradores. 

Mais do que isso, lembre-se dos materiais que serão utilizados para sua higienização. Como falamos, é preciso ir além e investir em estratégias e tecnologias duradouras e sustentáveis a longo prazo.

Muitas são as opções de produtos disponíveis, mas quais benefícios elas realmente levam para seu negócio? É preciso estar um passo à frente e utilizar as soluções e tendências oferecidas para indústrias.

Oxi Sanitização

Uma dessas grandes tendências e futuro da limpeza é a utilização de ozônio aquoso, um composto eficaz, natural e sustentável, indo de encontro à segurança, rentabilidade e sanitização de ambientes.

O ozônio para limpeza é manuseado de forma aquosa, ou seja, através de equipamentos especializados o ozônio do ar entra em contato com água e é transformado em uma solução de limpeza segura e saudável. 

Essa fórmula atrai germes, manchas e bactérias, eliminando-as rapidamente. Após sua ação, a solução é convertida novamente em oxigênio (O2), não prejudicando as pessoas e o ambiente ao redor.

O ozônio pode se apresentar de forma estabilizada ou não. Sua estabilidade diz sobre a solução ficar ativa até 24 horas após a geração pelo equipamento. Sendo assim, ele é extremamente eficaz para limpezas industriais e em grandes ambientes e a solução pode ser utilizada em baldes, borrifadores, mops, lavadoras ou esfregões. 

E claro, já que estamos falando de prevenção contra o Covid-19, o ozônio aquoso estabilizado é capaz de atacar o coronavírus, vírus da influenza A (H1N1), vírus do sarampo e vírus sincicial respiratório.

Pode parecer complexo, mas ter o ozônio aquoso em seu ambiente é simples e depende apenas de um equipamento especializado, como o Dispenser-SAO.

Lembre-se que a desinfecção e sanitização dos ambientes não deve ser apenas um cuidado isolado pelo momento, mas deve fazer parte da cultura da sua indústria daqui para frente.

Treinar pessoas, conscientizar colaboradores, ter bons materiais e soluções eficazes e sustentáveis é essencial para que a saúde de todos seja preservada o máximo possível dentro do ambiente de trabalho.

Como sua empresa está se preocupando com a sanitização de ambientes em sua indústria? Essa pauta está dentro do planejamento do ano? Agora que você sabe mais sobre o tema, que tal entender ainda melhor como o ozônio aquoso pode te ajudar? Fale com nossos especialistas e não deixe essa tecnologia para depois!

Atendimento via whatsapp